Estamos em fase de formalização dos contratos de ativos-alvo conforme estabelecidos no regulamento do fundo. A taxa de gestão não será cobrada até que 90% dos ativos da 1a oferta estajam alocados. Todas as aquisições do fundo serão comunicadas por "Comunicados ao Mercado" que estarão disponíveis no portal da B3 (Fundos.net) e no site do fundo www.quasar.agr.br.

Conforme definido na Política de Distribuição de Resultados no Regulamento do Fundo, o resultado apurado num determinado mês será distribuído aos cotistas, mensalmente, sempre até o 10º dia útil do mês subsequente ao do recebimento dos recursos pelo Fundo (lembrando que o aluguel de um determinado mês é pago durante o mês seguinte). Ou seja, o aluguel vigente em um determinado mês (“M”) será pago pelo locatário no mês seguinte (“M+1”) e impactará o rendimento distribuído pelo Fundo até o 10º dia útil do mês subsequente (“M+2”). Durante o período de alocação, a evolução do portfolio de ativos e novos contratos em um determinado mês (M) impactam os rendimentos do mês subsequentes (M+2).

O valor dos proventos a serem distribuídos serão informados até o 5º dia útil mês subsequente ao do recebimento dos recursos pelo Fundo. O pagamento será efetuado na conta do cotista até o 10º dia útil subsequente ao encerramento do mês anterior.

A gestão tem como objetivo a distribuição mensal dos rendimentos do fundo.

Prospecto

"...O Fundo deverá distribuir a seus Cotistas, no mínimo, 95% (noventa e cinco por cento) dos lucros auferidos, apurados segundo o regime de caixa, com base em balanço ou balancete semestral encerrado em 30 de junho e 31 de dezembro de cada ano.

...

O resultado auferido num determinado período será distribuído aos Cotistas, mensalmente, sempre até o 10º (décimo) Dia Útil do mês subsequente ao do recebimento dos recursos pelo Fundo, a título de antecipação dos rendimentos do semestre a serem distribuídos, sendo que eventual saldo de resultado não distribuído como antecipação será pago em até 10 (dez) Dias Úteis após o encerramento dos balanços semestrais, podendo referido saldo ser utilizado pelo Administrador para reinvestimento em Ativos, ou composição ou recomposição da Reserva de Contingência na forma prevista no Regulamento, e desde que respeitados os limites e requisitos legais e regulamentares aplicáveis.

Entende-se por lucro do Fundo, o produto decorrente do recebimento: (i) dos aluguéis dos Ativos-Alvo, (ii) de rendimentos dos Ativos-Alvo, (iii) de eventuais rendimentos oriundos de aplicações financeiras em ativos de renda fixa, deduzidos (iv) o valor do pagamento do preço relativo ao Ativos-Alvo adquiridos e eventuais despesas a eles relacionadas, (v) a Reserva de Contingência, e (vi) as demais despesas previstas no Regulamento para a manutenção do Fundo não cobertas pelos recursos arrecadados por ocasião da respectiva emissão das Cotas, tudo em conformidade com o disposto na Instrução CVM 516....”

A partir do fechamento do 5º dia útil anterior à data da distribuição dos rendimentos de cada mês.

Prospecto

"...Farão jus aos rendimentos de que trata o parágrafo acima os titulares de Cotas do Fundo no fechamento do 5º (quinto) Dia Útil anterior à data de pagamento de distribuição de rendimento de cada mês, de acordo com as contas de depósito mantidas pela Instituição Escrituradora...."

As cotas do fundo podem ser negociadas na bolsa de valores (B3), sujeitas à liquidez e preço de mercado da cota.

Prospecto

"...As Cotas do fundo estão registradas para negociação no mercado de bolsa administrado e operacionalizado pela B3, ambiente no qual as Cotas serão liquidadas e custodiadas...."

O fundo tem como objetivo uma gestão ativa focada em investimentos imobiliários no segmento logístico do agronegócio.

São ativos-alvo do fundo empreendimentos imobiliários que tenham como finalidade a infraestrutura, armazenagem ou processamento de itens que gerem receita por meio de sua locação atípica (mínimo de 5 anos) em contrato de built to suit, retrofit ou sale and leaseback.

Prospecto

"...Empreendimentos imobiliários, principalmente por meio de direitos reais sobre imóveis não residenciais, construídos ou em construção, prioritariamente no segmento do agronegócio, com a finalidade de infraestrutura, armazenagem e processamento de itens, tais como matérias-primas, insumos, produtos intermediários e produtos finais da cadeia do agronegócio, que gerem renda por meio da sua alienação, arrendamento ou locação, incluindo sua locação atípica, inclusive na forma do artigo 54-A da Lei 8.245, e por meio de contratos de built to suit, retrofit ou sale and leaseback, desde que atendam ao previsto na política de investimentos e na política de exploração de ativos do Fundo, conforme estabelecido no prospecto do fundo...."

Os itens de locação devem ser silos, armazéns, tanques de armazenagem, galpões, estruturas de abate e confinamento de animais ou outros imóveis que estejam inseridos na cadeira logística do agronegócio.

Todos os ativos devem ser independentes, com acesso próprio à via pública, estarem em dia com o laudo ambiental e terem seguro patrimonial.

Prospecto

"...

  1. deverão ter por objeto a locação ou arrendamento de Ativos-Alvo compostos por silos, armazéns, tanques de armazenagem, galpões, estruturas de armazenagem de insumos ou commodities, estruturas de abate e confinamento de animais e outros imóveis com as mesmas características, que estejam inseridos na cadeia do agronegócio brasileiro, prontos ou em construção, bem como outros tipos de imóveis em que possam ser desenvolvidas atividades do agronegócio, sempre localizados nos principais centros agrícolas do Brasil, observadas as Regras Adicionais de Concentração conforme previstas acima;

  2. deverão ter por objeto da locação ou arrendamento de Ativos-Alvo que sejam fisicamente independentes, ou seja, com acesso próprio e independente à via pública, sem a necessidade de instituição de servidões de passagem sobre ou em favor do respectivo Ativo-Alvo;

  3. deverão ter sido objeto de auditoria legal juntamente com os próprios Ativos-Alvo a que se referem, os quais não poderão contar com apontamento de risco ambiental materializado em multas, autos de infração, processos administrativos ou ações judiciais, que não estejam sendo contestados de boa-fé, por meio de procedimentos adequados;

  4. os Ativos-Alvo a que se referem deverão ter sido objeto de laudo formulado por empresa de auditoria ambiental, os quais não poderão contar com apontamento de risco ambiental materializado;

  5. deverão ser Contratos em que: (a) o prazo residual na data da aquisição do Ativo-Alvo pelo Fundo, seja de no mínimo 5 (cinco) anos, (b) esteja convencionada a renúncia ao direito de revisão do valor dos aluguéis durante o prazo de vigência do Contrato, (c) esteja previsto que no caso de rescisão antecipada do Contrato, por qualquer motivo, o locatário/arrendatário se compromete a pagar a multa convencionada, equivalente a, no mínimo, o valor presente do fluxo de aluguéis/valor mensal do arrendamento devidos até o final do prazo do Contrato ("Multa Rescisória")

  6. deverão prever, expressamente, vedação à compensação de valores;

  7. deverão prever a possibilidade de rescisão pelo Fundo (ainda que como sucessor do outorgante original) com a incidência da Multa Rescisória: (a) no caso de atraso no pagamento dos aluguéis/valor mensal do arrendamento pelo locatário/arrendatário por mais de 2 (dois) meses consecutivos ou 3 (três) meses não consecutivos dentro de um período de 12 (doze) meses; (b) no caso de recuperação judicial ou falência do locatário/arrendatário ou pedido de auto falência pelo locatário/arrendatário; e (c) no caso de não observância pelo locatário/arrendatário, de qualquer obrigação do Contrato não sanada em, no máximo, 40 (quarenta) Dias Úteis, contados do recebimento de notificação para tanto;

  8. deverão prever que o locatário/arrendatário não poderá sublocar/arrendar ou emprestar o Ativos-Alvo, no todo ou em parte, ou ainda, ceder ou transferir total ou parcialmente o contrato para terceiros, sem anuência expressa e por escrito do Fundo;

  9. deverão prever, sempre que possível: (a) que os locatários/arrendatários assumirão toda a responsabilidade pela operação, manutenção, obtenção de licenças e alvarás e atualização dos Ativos-Alvo; (b) que os locatários/arrendatários assumirão toda responsabilidade por questões socioambientais, trabalhistas, fiscais e de regularização fundiária incidentes sobre os Ativos-Alvo, sob pena de rescisão do Contrato e incidência da Multa Rescisória; (c) declaração dos locatários/arrendatários acerca do cumprimento de todas as leis socioambientais e de anticorrupção conforme cláusula padrão a ser estabelecida; (d) contratação de apólice de seguro patrimonial pelo locatário/arrendatário para o Ativo-Alvo tendo o Fundo como beneficiário com valor de cobertura suficiente para a integral recomposição do Ativos-Alvo, vinculado, no mínimo, ao valor do laudo de avaliação do respectivo Ativo-Alvo elaborado conforme previsto no Regulamento, bem como devendo assegurar ao Fundo cobertura de lucros cessantes no valor de 12 (doze) meses de aluguel/valor mensal do arrendamento junto a uma seguradora previamente aprovada pelo Gestor;

  10. quando envolverem a construção, reforma, retrofit ou qualquer forma de obra civil ou serviço que possa impactar estruturalmente o Ativo-Alvo objeto do contrato (inclusive a instalação de equipamentos de grande porte), deverão prever que todos os custos e riscos do projeto deverão correr por conta exclusiva da locatária, que deverá, no caso de obras civis, contratar seguro de engenharia junto a uma seguradora previamente aprovada pelo Gestor; e

  11. os Contratos firmados ou assumidos pelo Fundo deverão contar, sempre que possível, com garantia de seguro fiança...."

Os locatários são responsáveis por toda operação e manutenção dos ativos (OPEX). No caso de investimentos para atualização e expansão (CAPEX), a responsabilidade é do fundo e podem exigir revisão das condições do contrato de locação do ativo.

Prospecto

"...Os Contratos a serem celebrados ou assumidos pelo Fundo com relação aos Ativos-Alvo deverão, sempre que comercialmente possível prever que: (i) caberá aos respectivos locatários/arrendatários arcar com todos os impostos, taxas e contribuições que incidam ou venham a incidir sobre os respectivos Ativos-Alvo, tais como despesas ordinárias de condomínio, se for o caso, de consumo de água, esgoto, luz, gás, etc., bem como em relação aos custos para contratação de apólice de seguro contra danos aos Ativos-Alvo a ser contratado e os encargos recorrentes de manutenção dos Ativos-Alvo e sua estrutura (implementos e equipamentos), os quais deverão ser pagos nas épocas próprias e às repartições ou partes competentes, conforme o caso; (ii) os locatários/arrendatários se obrigam a atender todas as exigências dos poderes públicos relativamente aos Ativos-Alvo incluindo relação às benfeitorias ou acessões que neles forem realizadas, respondendo em qualquer caso pelas sanções impostas por tais entes públicos...."

O fundo tem prazo de duração indeterminado.

Os contratos de locação e/ou arrendamento do fundo deverão ter prazo mínimo de 5 anos.

Prospecto

"...Os contratos que regerão a exploração dos Ativos-Alvo parte do patrimônio do Fundo, preferencialmente contratos de locação e/ou arrendamento, incluindo contratos de locação na forma no art. 54-A da Lei 8.245."

...

Deverão ser contratos de locação ou arrendamento em que (i) o prazo residual na data da aquisição do Ativo-Alvo pelo FUNDO, seja de no mínimo 5 (cinco) anos, (ii) esteja convencionada a renúncia ao direito de revisão do valor dos aluguéis durante o prazo de vigência do contrato de locação, (iii) esteja previsto que no caso de denúncia antecipada do vínculo locatício por qualquer motivo o locatário/arrendatário se compromete a cumprir a multa convencionada, equivalente a, no mínimo, o valor presente do fluxo de aluguéis devidos até o final do período locatício (“Multa Rescisória”);..."

O fundo tem regra de concentração por risco de crédito (rating) dos locatários. O fundo não tem limites de concentração por locatário, por cultura ou por região, mas tem como objetivo diversificação no longo prazo.

Prospecto

"Os imóveis ou direitos reais a serem adquiridos pelo Fundo poderão estar localizados em todo território nacional, observadas as seguintes regras de concentração ("Regras Adicionais de Concentração"):

Regras Adicionais de Concentração

O rating interno do Gestor encontra-se anexo ao Regulamento, o qual se encontra anexo ao Prospecto Definitivo, em sua forma consolidada, no Anexo III (página 141).

Melhor alocação de capital. Aumento da eficiência sobre capital empregado, maior previsibilidade e monetização de ativos imobilizados.

Você receberá esse documento pelo correio, o qual foi emitido e enviado até o dia 28 de fevereiro de 2020 pelo B TG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, administrador do Fundo.

Além disso, eles disponibilizaram o Manual de Acesso, a fim de explicar o objetivo do Portal do Cotista, trazendo as informações necessárias para login e manuseio da plataforma.

Segue abaixo o link de acesso aos referidos documentos:

- Comunicado ao Mercado: https://fnet.bmfbovespa.com.br/fnet/documentosenviados/exibirVisualizarDocumentosEnviados?id=83995

- Manual de Acesso: https://static.btgpactual.com/media/manual-informe-de-rendimentos-2020.pdf